Guia rápido para melhorar a infraestrutura de TI

Guia rápido para melhorar a infraestrutura de TI

Qual a atenção que o seu negócio dá para a infraestrutura de TI? Investir em tecnologia, hoje, é algo estratégico para qualquer negócio que busca se manter competitivo. Mas, isso só é possível quando há um conjunto de boas práticas sendo aplicadas para manter os dispositivos e sistemas sempre eficientes.

Afinal de contas, não adianta uma empresa ter os melhores servidores do mercado se ela não consegue disponibilizar o seu uso para os profissionais, não é mesmo? Para conseguir te ajudar a lidar com essas demandas e a avaliar a melhor forma de configurar e manter a sua infraestrutura, preparamos o post a seguir.

Continue a leitura e veja nesse guia rápido como gerar performance para a sua infraestrutura de TI!

1. Monitore a infraestrutura

O monitoramento da infraestrutura é um dos passos básicos para negócios que precisam otimizar o uso da infraestrutura de TI. Ele permite ao gestor garantir que todos os aparelhos tenham uma boa performance continuamente. Além disso, amplia os dados que podem ser utilizados para otimizar os dispositivos.

Por isso, sempre faça um monitoramento contínuo em busca de gargalos, quedas de performance ou falhas na disponibilidade dos serviços. Sempre busque, junto aos profissionais de TI, aplicar correções rápidas e precisas para cada situação. Além disso, aproveite os dados para compreender como a infraestrutura lida com diferentes situações e, assim, conseguir um melhor nível de otimização dos equipamentos.

2. Tenha uma conexão de rede secundária

A conexão de internet de uma empresa nunca foi tão importante. Hoje, profissionais utilizam a nuvem para executar vários serviços críticos. Com isso, a web deixou de ser apenas uma solução de comunicação para virar um ponto central do dia a dia da empresa.

Porém, a companhia consegue garantir a qualidade do acesso à web apenas dentro do seu local de trabalho. Para evitar que falhas no provedor impactem os serviços do negócio, uma boa alternativa é ter uma conexão secundária. Ela poderá ser acionada sempre que erros na prestação do serviço ocorrerem e, assim, reduzir os riscos de os profissionais não conseguirem utilizar a web.

3. Faça manutenções preventivas

Uma boa maneira de aproveitar ao máximo a infraestrutura de TI e ampliar a vida útil dos equipamentos é investindo nas manutenções preventivas. Esse é um processo executado regularmente, em que o negócio verifica a existência de problemas nos equipamentos e faz pequenos ajustes. Desse modo, a companhia mitiga riscos graves e mantém o aparelho funcional por mais tempo.

A manutenção preventiva, portanto, é uma forma de melhorar o funcionamento dos aparelhos da empresa. Ao mesmo tempo, ela reduz custos e melhora a execução de serviços, auxiliando gestores a terem mais meios para realizarem novos investimentos.

4. Identifique riscos e crie medidas de prevenção e mitigação

Toda infraestrutura tem riscos próprios. Eles podem ser vistos como fatores que podem impactar o funcionamento da infraestrutura a qualquer momento. Por isso, é crucial que o negócio sempre busque evitá-los.

A melhor forma de ter uma política de mitigação e prevenção de riscos é realizando uma análise profunda da infraestrutura. Conheça os serviços, os aparelhos e os seus usos. Além disso, avalie cada problema que pode acontecer e classifique-os por chance de ocorrência e nível de impacto.

Esses passos auxiliam o negócio a ter uma visão mais abrangente sobre o que deve ser priorizado. Além disso, permite ao negócio aplicar medidas de modo mais eficiente, evitando passos desnecessários e um mau direcionamento de recursos. Desse modo, as chances de a empresa não conseguir mitigar erros serão mínimas.

5. Avalie o perfil de uso

A avaliação do perfil de uso dos aparelhos não auxilia apenas na formulação dos processos de prevenção e mitigação de riscos. Essa prática também dá ao negócio a habilidade de otimizar todos os processos relacionados às políticas de gestão e governança de TI. A otimização de aparelhos, por exemplo, passa a ser mais eficaz e voltada para as demandas de cada setor.

Ao mesmo tempo, os novos investimentos são mais inteligentes e com maior custo-benefício. Toda a empresa terá aparelhos atualizados conforme as principais tendências do mercado e considerando as novas tecnologias que podem causar maior impacto no dia a dia dos usuários. Isso ampliará os retornos sobre os investimentos e reduzirá os riscos de prejuízos acontecerem.

6. Atualize os equipamentos e sistemas sempre

Equipamentos e softwares sempre recebem atualizações. Elas corrigem bugs, eliminam brechas de segurança e entregam novos recursos. Por isso, a companhia precisa ter um processo que permita a aplicação ágil e precisa de todo novo update no menor tempo possível.

Em outras palavras, para dar mais performance para a infraestrutura de TI, crie processos de validação e instalação de updates rápidos e eficazes. Eles devem ser capazes de avaliar a nova versão do software e montar um processo de instalação robusto rapidamente. Assim, os times poderão receber novidades em pouco tempo.

7. Tenha uma equipe parceira

Na gestão de TI moderna, ter uma equipe parceira é uma escolha adotada por muitas empresas. Ao estruturar os processos de TI com um time terceirizado, o negócio não só reduz custos, mas também maximiza a qualidade da infraestrutura. Afinal, tudo será feito considerando os melhores processos, metodologias e práticas do mercado.

Por isso, sempre considere o apoio de uma empresa focada em gestão de infraestrutura de TI. Isso dará para a equipe interna a habilidade de focar mais recursos na gestão e execução de processos estratégicos. Além disso, agregará valor ao dia a dia da empresa, uma vez que as rotinas terão maior flexibilidade, melhor aproveitamento dos recursos disponíveis e maior disponibilidade.

O uso da tecnologia no ambiente corporativo traz mudanças contínuas para os fluxos de trabalho. Graças a TI, profissionais podem ter mais mobilidade e agilidade no seu dia a dia. Além disso, torna-se mais fácil integrar os times e conseguir gerar inovação e soluções mais ousadas para problemas cotidianos.

Diante desse papel de destaque, ter uma infraestrutura de TI funcional é algo crítico. O gestor deve adotar diferentes práticas para evitar riscos, reduzir problemas de segurança e disponibilidade. Desse modo, será possível aproveitar todos os recursos disponíveis para gerar competitividade para a empresa e colocá-la a frente da sua concorrência.

Quer saber mais sobre como uma empresa pode te ajudar a melhorar a infraestrutura de TI? Então fala com a gente!

Curta e siga a gente nas redes sociais
error59